Archive

Archive for julho \10\UTC 2010

JABULANI – A “UNGIDA” DA VEZ

Jabulani é a bola que foi produzida pela Adidas e está sendo utilizada na Copa do Mundo da FIFA de 2010, na África do Sul.
Particularmente, não me recordo de qualquer outra bola utilizada em copa do mundo que tenha ficado tão famosa, porém, o pior de tudo é que a fama da tal Jabulani é procedente dos seus discutíveis efeitos.
Alguns craques a reprovaram, outros tentaram defendê-la sob os protestos de que são patrocinados pela sua fabricante e outros ainda a vêem com desconfiança, e já houve até quem a classificasse como sobrenatural.
O certo é que, se a Jabulani fosse como todas as demais bolas do mercado e mesmo as utilizadas em copas anteriores, não estaria no centro das atenções, muito menos sendo citada neste singelo artigo.
Em que pese ter sido “ungida” a bola da vez na Copa 2010, seu midiático sucesso tem data marcada para entrar em declínio: 11.07.2010, a partida final do torneio mundial de futebol. A partir dessa data, a cada dia menos se falará na Jabulani, até que surja a celebridade redonda oficial da próxima copa.
Enfim, a bem da verdade, o que realmente me interessou em toda essa história da Jabulani, é a relação com alguns também midiáticos ministérios de obreiros, os quais de maneira subliminar se autodenominam como os “ungidos da vez”.
Assim como o futebol sobreviveu até hoje sem a tal Jabulani, também a igreja do Senhor sem os tais “ungidos da vez”.
A semelhança entre tais fatos só subsiste pelos controvertidos efeitos desses ministérios, pela reprovação de alguns, pela suspeita aprovação de amigos, beneficiários e simpatizantes e até mesmo pela desconfiança de outros acerca dos efeitos sobrenaturais por eles produzidos. Assim como a Jabulani vai desaparecer, da mesma forma os tais controvertidos ministérios.
A propósito, me lembro agora de Matias, aquele escolhido pelos apóstolos através de um sorteio, para preencher o lugar de Judas, o qual foi cognominado por um experiente pregador como “obreiro cometa”, ou seja, aquele desaparece com a mesma velocidade que apareceu. A Bíblia só se refere a Matias no dia da sua controvertida escolha. A partir daí nada mais se soube acerca desse apóstolo que teve apenas um minuto de fama.
Na verdade, a obra evangelizadora da Igreja é realizada pelos incontáveis obreiros anônimos, lotados nas grandes e pequenas cidades, bairros nobres ou favelas e até mesmo nos rincões mais longínquos do mundo. Gente normal que prega o evangelho de maneira simples, do jeito que está na Bíblia, sem controvérsia, sem fama, e isso por anos a fio.
Alguns deles, a grandeza da sua obra só é descoberta após a sua partida para a eternidade, quando então surgem as tardias homenagens, digo tardia do ponto de vista humano, pois na realidade à esses está garantida a certeza do galardão celestial, no entanto, quanto aos obreiros Jabulani’s, já receberam aqui mesmo os louros da sua controvertida fama.

Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” 2 Timóteo 4:5

Postado por Pr. Carlos Roberto no seu blog point rhema

um “pregador” enganando o povo de Deus.

O vídeo abaixo está circulando na Internet há algum tempo. Ele mostra claramente um “pregador” enganando o povo de Deus. Mas o que me chama a atenção é que estamos em um tempo em que os crentes — inclusive os pastores — não sentem mais falta da exposição da Palavra de Deus. Qualquer um que berre ao microfone, “revele pelo Orkut”, pule, sapateie, dance ou conte piadas tem mais prestígio que um expoente das Escrituras.

Muitos riem, ao ver o Orkulto abaixo. Mas o meu coração chorou, ao observar tanta gente sincera, necessitada, sendo enganada… O povo de Deus perece por falta de conhecimento (Os 4.6). Está na hora de os obreiros chamados pelo Senhor tomarem uma posição… O julgamento começa pela casa de Deus (1 Pe 4.17).